PRINCIPAL POST

6/recent/ticker-posts

Sargento aposentado que matou ex-mulher em Marialva é internado em estado grave após tentar contra a própria vida


O sargento aposentado da Polícia Militar, Haroldo Augusto da Cruz, 56 anos, que matou a ex-esposa Viviane Aparecida Castro Furlan, de 38 anos, a golpes de faca, na cidade de Marialva, tentou tirar a própria vida, na noite desta terça-feira, 9 janeiro, na cidade de Formosa do Oeste. 

📲PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DE WHATSAPP: CLICA AQUI.

Socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foram acionados e encaminhado o sargento ao hospital do município, e devido a gravidade ele foi transferido para o Hospital Universitário de Cascavel, onde permanece internado em estado grave.

O crime

Um sargento da Polícia Militar da reserva é suspeito de assassinar a ex-esposa Viviane Aparecida Castro Furlan, de 38 anos, a golpes de faca. O feminicídio ocorreu na madrugada desta terça-feira, 2 de janeiro, no interior de uma residência localizada na Rua dos Cravos, Jardim Tropical, em Marialva.

De acordo com a Polícia Militar, o assassino invadiu o imóvel e foi até o quarto onde a vítima estava dormindo. Após uma breve discussão o assassino retirou uma faca do bolso e desferiu vários golpes com a ex-companheira. A filha de apenas 12 anos, viu a mulher sendo morta e ainda tentou ajudar a mãe.

Socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foram acionados, mas a vítima já estava em óbito. Ela apresentava ferimentos na região do tórax.

Segundo relatos da adolescente, a mãe passou a virada do ano em Porto Rico, e retornou para Marialva na noite de ontem (1). Durante a madrugada, o imóvel foi invadido pelo ex-marido de Viviane. A vítima já tinha vários boletins de ocorrências contra o ex-companheiro que não aceitava o fim do relacionamento.

Após o crime, o assassino fugiu e até o fechamento desta reportagem não havia sido preso.

O Instituto de Criminalística foi acionado e após o trabalho de praxe o corpo foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal de Maringá.
 

Postar um comentário

0 Comentários