PRINCIPAL POST

6/recent/ticker-posts

Jovem de 22 anos é morta asfixiada pelo companheiro em Sarandi


Isabella Victoria de Andrade Silveira, de 22 anos, foi morta por asfixia na madrugada desta segunda-feira, 15, no bairro Jardim Bom Pastor, em Sarandi. O marido dela identificado como Edivan Fagundes da Lima, 26 anos, foi preso em flagrante e a irmã da vítima, uma adolescente de 15 anos, foi apreendida por envolvimento na morte.

📲PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DE WHATSAPP: CLICA AQUI.

De acordo com informações da Polícia Militar, a equipe foi acionada na Rua das Providências, onde segundo informações estava ocorrendo uma briga entre duas mulheres. Quando os policiais chegaram no local, encontraram a adolescente com os braços em torno do pescoço de Isabella Victoria. Edivan Fagundes estava abraçando as duas.

Questionada a adolescente afirmou que avistou a irmã discutindo com o marido e que ele segurava as mãos da vítima. A menor teria aproveitado e começado a enforcar a irmã inclusive com um pedaço de plástico.

Porém, após vários questionamentos dos policiais militares e do Investigador da Polícia Civil, sobre os fatos ocorridos, Edivan confessou que foi ele quem matou a companheira por enforcamento. Ainda, segundo ele, o motivo seria de Isabella ter o traído, e que ele não suportou a notícia e enforcou a companheira.

Para tentar se livrar das acusações e acobertar o crime, Edivan pediu para a menor ficar segurando o pescoço da irmã até os policiais chegarem, para imputar o crime a adolescente.

Os policiais voltaram a conversar com a menor e ela confirmou a história. Inclusive ela relatou que já trocou mensagens de cunho amoroso com Edivan e que teria tido um momento íntimo com o cunhado a cerca de três semanas atrás.

Diante dos fatos a adolescente e o homem foram encaminhados a Delegacia de Polícia Civil e ficaram à disposição da justiça. O corpo de Isabella Victoria foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Maringá.

Os dois filhos das vítimas que estavam no imóvel, na hora do crime, foram recolhidos pelo Conselho Tutelar e as crianças vão ser levadas para familiares na cidade de Ponta Grossa.
 

Postar um comentário

0 Comentários