PRINCIPAL POST

6/recent/ticker-posts

Cinco pessoas são baleadas e uma morre em Maringá


Criminosos armados invadiram, na noite deste sábado (27) uma casa na Rua Eurico Batista de Oliveira Júnior, no Parque da Gávea, em Maringá, e fizeram vários disparos de arma de fogo. Um homem morreu e outras três pessoas ficaram feridas e foram socorridas para os hospitais de Maringá e Sarandi. Veja o vídeo dos tiros e a fuga dos criminosos.

De acordo com testemunhas, quatro homens armados desceram de um Fiat Palio e invadiram o imóvel, atrás de um rapaz por nome de João Gabriel. Como não acharam, atiraram contra Sandra Maria Canuto, de 60 anos, que foi atingida por cinco disparos, dois no tórax.


Ela foi socorrida pela equipe do Corpo de Bombeiros e com apoio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Sandra foi encaminhada em estado gravíssimo ao hospital.

O filho dela identificado como Daniel Vitor Canuto da Silva, de 19 anos, foi atingido no braço e foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros.

Vinícius Hugo da Silva dos Santos Jesus, de 21 anos, amigo da família foi atingido por cinco tiros nas costas e morreu no local. O rapaz não constava com passagens pela polícia.

Uma quarta vítima identificada como Victor Hugo Rosa de Souza, de 19 anos, foi baleado no pé e no braço. Ele foi socorrido por terceiros e foi encaminhado ao Hospital Universitário.

Victor Hugo foi apreendido quando menor suspeito de envolvimento na morte do soldado da Polícia Militar, Juliedes Nunes, de 37 anos, em Sarandi, em 2019.

Antes de fugir, os criminosos seguiram até a Rua Pioneira Bruna Borim Marim, no bairro Conjunto Habitacional Odwaldo Bueno Netto, pararam na frente de uma residência e atiraram mais de 35 vezes. Um adolescente de 17 anos, foi atingido no peito e na perna. Ele foi socorrido por familiares ao UPA – Unidade de Pronto Atendimento Zona Sul. A casa ficou crivada de balas.

Os policiais conversaram com os sobreviventes, porém ninguém quis repassar informações sobre os atiradores. Algumas testemunhas disseram que os criminosos utilizaram armas com kit rajada.

A reportagem não conseguiu apurar se João Gabriel era familiar ou conhecido das vítimas.

O Instituto de Criminalística foi acionado e várias cápsulas de pistola 9mm foram recolhidas no local.

Carro em chamas

O veículo utilizado no crime foi localizado incendiado na Estrada Jaguariúna, entre o Jardim França e o Conjunto Habitacional José Richa, em Sarandi.

Uma guerra entre dois grupos rivais pela disputa por pontos de drogas no bairro Conjunto Habitacional Odwaldo Bueno Netto e Santa Felicidade, estaria por trás dos ataques que ocorreram na noite deste sábado (27).

O crime será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Maringá.

Postar um comentário

0 Comentários