PRINCIPAL POST

6/recent/ticker-posts

Tia abraça e perdoa motorista após acidente que causou a morte de sobrinho em Maringá


Cleverson Marcos Vitti, de 38 anos, mais conhecido como Curruila foi vítima de imprudência no trânsito maringaense na noite desta sábado (30). Ele conduzia uma motocicleta de alta cilindrada quando no cruzamento da Rua Mário Pagani, com a Rua Pioneiro Elias Martins, o condutor de um Volkswagen Gol avançou a preferencial, Curruila tentou evitar a colisão acionando o freio dianteiro. Na frenagem, a parte traseira da moto acabou fazendo um RL, também conhecido como Bob’s ou babalu, e o motociclista foi arremessado de cabeça ao chão. Veja as imagens do acidente abaixo.


Socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foram acionados e quando chegaram no local, a vítima estava em parada cardiorrespiratória. Socorristas tentaram por vários minutos tentar reanimar o Curruila, mas os ferimentos foram incompatíveis com a vida. O médico do Samu atestou o óbito ainda no local. Amigos e familiares entraram em desespero.

Foto postada pela vítima na frente da igreja Santa Rita de Cássia e a oração de São Miguel do Arcanjo, no dia do acidente. 

O condutor do carro passou pelo teste do bafômetro que deu negativo para uso de álcool. De acordo com a Polícia Militar, ele tinha Carteira Nacional de Habilitação – CNH. Amigos ficaram revoltados e tentaram agredir o motorista. 

O condutor identificado como Cristian Góes, de 22 anos, relatou que era amigo de Curruila, inclusive já havia andado com a moto que a vítima havia comprado há pouco mais de 20 dias. O acidente será investigado pela Delegacia de Trânsito de Maringá. 

Cena comovente 

Em meio a tragédia que causou muita revolta, a demonstração de perdão da tia da vítima, ao motorista que causou o acidente que matou o sobrinho, gerou grande comoção. 

Em um gesto surpreendente, a tia caminhou até a viatura da Polícia Militar onde estava o motorista, abriu a porta e o abraçou. “Vai em paz acidente é acidente, foi acidente”. Finalizou a mulher.

Postar um comentário

0 Comentários