PRINCIPAL POST

6/recent/ticker-posts

Homem que tentou matar ex-mulher a facadas é encontrado morto na cadeia de Sarandi


Odair José dos Anjos que foi preso suspeito de tentar matar a ex-esposa no dia 01, de outubro, na Rua Euclides da Cunha, no bairro Jardim Independência, foi encontrado morto no interior de uma cela da cadeia pública de Sarandi. Ele dividia a cela com outros presos. Na época do crime ele tentou suicido, porém foi socorrido e após receber alta médica recebeu voz de prisão. Peritos do Instituto de Criminalística foram acionados, e após o trabalho de praxe, o corpo foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). Exames devem apontar a causa da morte. Em um primeiro levantamento não foram encontrados sinais de violência no corpo. A polícia civil instaurou inquérito para investigar o caso.

📲Receba nossas notícias no WhatsApp: Clica Aqui.

O crime

Sheila Felix da Satin, de 38 anos, foi esfaqueada pelo ex-marido Odair José dos Anjos, na manhã deste domingo (01), no bairro Jardim Independência, em Sarandi. A vítima foi casada com o suspeito por 18 anos, e há cerca de um ano estão separados.

De acordo com a Polícia Militar, o crime ocorreu por volta das 08h20, na Rua Euclides da Cunha. O ex-marido invadiu o quintal da residência e ficou escondido. No momento em que Sheila estava saindo para trabalhar foi atacada pelo ex. Ela foi arrastada para o interior do imóvel e lá foi covardemente agredida. Na sequência Odair armou-se com uma faca e desferiu sete golpes contra a ex-esposa.

Vizinhos e o irmão da vítima que mora ao lado escutaram gritos de socorro. Ao tentar ajudar a irmã, o rapaz conseguiu desarmar o agressor. Em seguida o homem pegou uma segunda facada, atingiu a perna do ex-cunhado e cortou o próprio pescoço.

A Polícia Militar e socorristas do Corpo de Bombeiros, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados. Sheila foi encaminhada ao Hospital Metropolitano, com múltiplos ferimentos e o estado de saúde é considerado grave, mas estável.

Já o agressor, foi socorrido e levado para o Hospital Universitário de Maringá, onde permanece em estado crítico sob custódia policial. Segundo a família, a vítima tinha uma medida protetiva contra o ex.

O Instituto de Criminalística foi acionado e o caso está sendo investigado pela Polícia Civil.
 

Postar um comentário

0 Comentários