PRINCIPAL POST

6/recent/ticker-posts

Polícia Militar prende suspeitos de matar médica e atirar contra o primo dela em Maringá, durante um roubo


A Polícia Militar de Maringá prendeu dois suspeitos de matar a médica Thayani Garcia Silva, de 27 anos, e atirar contra o primo dela o borracheiro Jackson Vinicius da Silva, de 29 anos. A arma utilizada no crime também foi apreendida. Ocorrência em andamentoem breve todos os detalhes. 


O crime 

A médica Thayani Garcia Silva, de 25 anos, e o primo Jackson Vinicius da Silva, de 29 anos, foram baleados na noite deste sábado (16), após uma tentativa de assalto no bairro Jardim Paulista, em Maringá. A médica não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Já o primo foi intubado e encaminhado em estado gravíssimo ao Hospital Metropolitano de Sarandi. 

De acordo com a Polícia Militar, a médica realizou um jantar em sua residência para alguns familiares. Por volta de 22hs, ela foi levar a avó embora – quando parou o carro na frente da residência e a idosa desceu do automóvel, criminosos armados de pistola deram voz de assalto. Thayani teria se assustado e acelerou o veículo. Um dos criminosos atirou contra o carro. 

A médica foi atingida no tórax e mesmo ferida, conseguiu dirigir por alguns metros, até perder a consciência e bater contra a grade de uma residência. O primo da médica escutou o tiro e ao sair para ver o que tinha acontecido se deparou com a avó rendida pelos marginais que tentavam entrar na residência. Jackson tentou defender a avó e acabou sendo baleado no peito. 

Socorristas do Corpo de Bombeiros e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foram acionados para socorrer as vítimas. A médica sofreu uma parada cardiorrespiratória – e as equipes chegaram a realizar manobras de reanimação cardiopulmonar, porém os ferimentos foram incompatíveis com a vida. 

Os ladrões fugiram e na fuga deram voz de assalto a um motociclista e levaram a moto da vítima. Porém, a motocicleta acabou estourando o pneu e eles fugiram a pé. Várias equipes da Polícia Militar intensificaram o patrulhamento na região, porém os criminosos não foram presos. No local do crime a polícia recolheu duas cápsulas de pistola .40.

De acordo com informações de familiares, Thayani Garcia era mãe de uma menina de 7 anos e se formou em medicina recentemente. 


Postar um comentário

0 Comentários