PRINCIPAL POST

6/recent/ticker-posts

Homem é obrigado a se ajoelhar e é executado com 30 tiros na frente do filho de 9 anos, em Maringá


Um homem foi rendido por criminosos na noite desta segunda-feira (25), na Rua Pioneira Santinha Ravagnani de Sá, no bairro Jardim Novo Paulista, em Maringá. Ele foi obrigado a ajoelhar e foi executado na frente da esposa e do filho com 30 tiros.


De acordo com a Polícia Militar, Anderson Souto da Silva, de 37 anos, estava na residência dele, quando saiu para regar algumas plantas em um terreno defronte ao imóvel. Neste momento, dois homens utilizando coletes balístico e capuz desceram de um Fiat Siena e abordaram a vítima. 

Anderson foi obrigado a ajoelhar no chão e foi executado com 30 tiros, quase todos na cabeça. O crime ocorreu na frente da esposa e do filho de 9 anos. Socorristas do Corpo de Bombeiros e a equipe médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), chegaram a ser acionados, mas os ferimentos eram incompatíveis com a vida.  

O local foi isolado e o Instituto de Criminalística acionado – e próximo ao corpo foi recolhido 30 cápsulas deflagradas de pistola 9mm. Após o trabalho de praxe, o corpo foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal de Maringá. Anderson Souto constava com diversas passagens pela polícia, inclusive estava utilizando uma tornozeleira eletrônica.  

Carro queimado 

Logo após o crime, as equipes da Polícia Militar foram informadas que na Rua Hermelindo Vignoto, havia um veículo em chamas. No local foi constatado que o veículo é o mesmo utilizado na execução. Imagens de câmeras de segurança registraram o crime e podem ajudar a identificar os atiradores. As imagens não foram disponibilizadas à imprensa. 

Postar um comentário

0 Comentários